Ignite pela primeira vez em Guimarães


Por: Rita Pimenta Há 4 anos, 8 meses atrás

O Ignite Guimarães chegou, pela primeira vez, ao berço da nação, no passado dia 11 de Setembro. Não, não recordaram os ataques terroristas americanos. Não, não debateram teorias da conspiração. Não, não estiveram sentados em frente ao sofá no final de um dia da semana. Sim, ataram e conspiraram muitas ideias que o que têm em comum é o facto de merecerem ser partilhados. Histórias dançantes que mudaram vidas, viagens de pés descalços que fizeram descobrir a enorme bondade do ser humano, formas de reabilitar o nosso país, como encontrar na arte o dom de ajudar os outros e descobrir que isso nos ajuda mais a "nós" do que a "eles", de que forma pôr as crianças a "mexer" desde cedo, responder à questão "seremos todos criadores e contadores de histórias?", e, por fim, perceber que, um instrumento simples, conjugado com o corpo humano torna-se tão completo.

Um final de tarde que se prolongou para a noite, mas que alimentou muitos espíritos, inspirou muitas mentes, despertou energias e gerou vontades em todos os presentes no Instituto de Design de Guimarães.

O Ignite já deu provas que é um conceito que merece ser praticado, em que todas as pessoas envolvidas são inspiradas, gera efetivamente ligações entre os participantes, pelo forte networking, resultando em interessantes conversas, futuras parcerias, possíveis amizades e até pedidos de casamento.

A organização deste evento foi da responsabilidade da Vontade Singular e um grupo de pessoas que querem continuar a conspirar pela mudança, mesmo depois de tudo parecer mudado.

Mais do que palavras as imagens têm um valor explicativo visual muito cativante. Inspirem-se com o vídeo do resumo do evento, a baixo.








As apresentações podem brevemente ser vistas na íntegra no canal do Ignite Portugal

As fotografias do evento podem ser vistas aqui

Escrito por:

http://www.linkedin.com/in/pimentarita


Comentários