Startup da Semana - WeCareOn


Por: Daniel Araújo Há 4 anos, 4 meses atrás

Esta semana temos a WeCareOn, uma startup ligada à psicologia. A sua história de sucesso começou num programa de empreendedorismo com a Beta-i e foi fundado pela Paula Ribeiro, com quem tivemos a oportunidade de conversar. Podem ficar a saber mais sobre a WeCareOn no seu site, Facebook e Linkedin.

 

O que é a Wecareon?

A WeCareOn é uma plataforma para marcar e fazer consultas online com psicológos e coaches. É um marketplace de serviços de apoio ao bem estar mental e desenvolvimento pessoal e profissional.

 

Quem são os fundadores e qual a sua história?

Quem fundou a WeCareOn fui eu e neste momento estou à procura de equipa para se juntar ao projecto.  Tenho já algumas pessoas identificadas para a componente de desenvolvimento da plataforma.

Eu tenho 14 anos de experiência profissional sempre ligada à área de consultoria de gestão e consultoria tecnológica, tendo passado por grandes multinacionais.

A minha experiência acumula funções de gestão de empresa, gestão de equipas, venda de projectos a grandes clientes.

Em 2013 resolvi criar um projecto meu e depois de passar pela Beta-I para focar as minhas ideias e construir um modelo de negócio viável, comecei a construir a WeCareOn.

Como chegaram à ideia para fundar a vossa Start-up?

A ideia surgiu em programas de empreendedorismo como o Beta-I e o LisbonLiveStartUp, e foi melhorada e trabalhada no BetaStart em Abril e Maio de 2013.

O que vos diferencia?

Ter na mesma plataforma profissionais de psicologia e coaching, ser mais fácil marcar e fazer as consultas/sessões, poupando tempo e dinheiro e à distância de uns cliques poder ter acesso a uma lista de profissionais creditados e disponíveis para cada cliente.

Qual o vosso Modelo de Negócio? E qual o vosso potencial de mercado?

Nesta fase inicial do projecto, estamos a cobrar uma margem pelas consultas/sessões. Quando o site tiver tracção, os profissionais irão pagar para estar na plataforma e iremos ter outras formas de rendimento à medida que tivermos mais clientes e profissionais.

Qual é o estado actual do projecto? (Procuram beta-testers, ainda em desenvolvimento, etc)

Estamos numa fase de conhecer melhor o mercado e aferir as expectativas dos clientes para desenvolver as funcionalidades que façam mais sentido, para os profissionais e para os clientes que fazem as consultas.

Neste momento temos já vários profissionais na plataforma e temos também clientes a fazer as consultas/sessões. Começamos por divulgar a plataforma em meados de Novembro e em Dezembro já tínhamos os primeiros clientes a fazer as consultas.

Como se veêm daqui a 1 ano?

Daqui a um ano, esperamos ter desenvolvido as funcionalidades que nos façam ser o marketplace para estes serviços e estar já noutros países. Queremos ser conhecidos e criar a nossa marca.

O mercado de línguas portuguesas parece-nos óbvio os expatriados também, e temos que decidir que mercados alvo faz mais sentido investir para a WeCareOn nos próximos anos.

Têm algum conselho para os que estão agora a começar a pensar abrir uma Start-up?

O conselho que dou é para escolherem ideias que vos apaixonem. Testem o mercado, e vendam primeiro antes de gastar muito dinheiro em funcionalidades que não sabem se os clientes vão querer. Vendam, vendam, vendam e depois façam acontecer e desenvolvam software depois. Criem oportunidades de negócio e estejam atentos às necessidades da sociedade e a problema que possam resolver.

Como tencionam combater o modelo "tradicional" de consulta? Porque optar por vocês?

As vantagens ao usar esta plataforma são imensas. Cada vez mais as pessoas querem ser felizes e não viver com problemas todos os dias. A sociedade exige cada vez mais do individuo e todos queremos ser melhores e estar bem mentalmente para nós e para os outros.

Com a WeCareOn todos podemos atingir os nossos objectivos à distância de uns cliques, onde quisermos, quando quisermos. Ver mais no nosso site em: http://www.wecareon.com/consultas-online---vantagens.html

  

Obrigado à Paula Ribeiro pela entrevista - desejamos o maior sucesso à WeCareOn!


Comentários